Goji berry

Uma nova fruta oriental acaba de chegar ao Brasil, e já virou a queridinha das famosas que não abrem mão de entrar em forma! Trata-se da goji berry, muito consumida na China e que, também, já tem seu espaço garantido por aqui. Um dos principais benefícios é o fato de ter apenas 50 calorias em cada colher de sopa, por isso, pode ajudar muito as pessoas que querem perder ou manter o peso por meio de dietas. É uma opção de lanche, por exemplo, que não traz um grande ganho calórico.

Inclusive, a goji berry já foi chamada de “superalimento”, justamente por ter um valor nutricional bem significativo. Além disso, a fruta contém componentes essenciais para manter o organismo saudável, como a vitamina C (em quantidade muito maior do que a laranja, por exemplo), aminoácidos e antioxidantes, importantes para combater o envelhecimento. A goji berry ainda é muito rica em vitaminas do complexo B, que são fundamentais para aprimorarem a imunidade do organismo.

Os carotenoides presentes na goji berry previnem o envelhecimento da pele, a luteína protege de doenças oculares, e o triptofano ainda contribui com a sensação de bem estar, já que nada mais é do que um dos precursores do hormônio serotonina. Isso tudo significa que, ao incluir a goji berry em sua dieta diária, você terá mais facilidades para emagrecer, conseguirá grandes benefícios para a saúde e, ainda, se sentirá mais feliz.

Para quem se incomoda com a celulite, a goji berry também é recomendada, pois traz mais firmeza para a pele e para a musculatura, suavizando os furinhos que deixam as mulheres de cabelo em pé! Uma das melhores formas de incluir a goji berry no cardápio é misturando a fruta seca em cereais, saladas ou, até mesmo, no iogurte. Você poderá encontrar o produto nas casas de produtos naturais.

O ideal é ingerir uma quantidade que fique entre as 15 e 45 gramas de goji berry por dia, o que já será suficiente para sentir todos os benefícios proporcionados pela fruta oriental. O importante é ser constante, ou seja, não deixe de comer todos os dias para obter resultados.

Cardápio da Dieta da USP

Poucas são as pessoas que nunca fizeram uma dieta ou quiseram perder alguns quilos a mais, para conseguir entrar naquela calça ou vestido tão desejado. Existem vários regimes no mercado que fazem você perder muitos quilos, porém a maioria de um modo não muito saudável. Sucesso desde os anos 90, a dieta da USP promete emagrecer em pouco tempo com um cardápio que deixa a maioria das pessoas com a boca salivando, já que ela praticamente se resume ao consumo de café, ovos e presunto.

Esse regime deve ser feito por apenas 15 dias, pois se ela for mantida por um tempo maior, o indivíduo que a está fazendo terá problemas renais e alterações cardíacas. Claro que existem alguns efeitos colaterais relacionados à essa dieta, como qualquer tipo de restrição alimentar. Os principais são o mau hálito, a fraqueza, a cefaleia, as alterações de sono, o cansaço muscular, a constipação intestinal e o estresse físico e emocional.

O emagrecimento rápido fazendo a dieta da USP acontece devido à perda de líquidos, massa muscular e pouca gordura. O cardápio desse regime resume-se assim: no primeiro dia, o indivíduo precisa consumir café preto sem açúcar, um bife grande com salada e presunto à vontade. No dia seguinte, pode ser adicionado biscoito ao café, além de dois ovos cozidos, queijo minas à vontade, cenoura, presunto e salada. No terceiro e quarto dia, a dieta é basicamente feita de café com biscoito, presunto, salada de frutas, cenoura e iogurte natural. No quinto, sexto e sétimo dia, a pessoa precisa consumir café, frango grelhado, filé de peixe, bife grelhado, ovos e cenoura.

Vantagens e desvantagens da dieta USP

Como qualquer tipo de regime, a dieta da USP possui vantagens e desvantagens. Os principais benefícios de utilizar essa dieta é que o consumo de proteínas consegue prolongar a sensação de saciedade do organismo, já que elas são nutrientes de digestão lenta; além disso, a redução do peso é extremamente rápida e você sentirá isso nos primeiros dias. No entanto, as desvantagens também existem e elas são: esse é um regime desequilibrado nutricionalmente, pois você ingere menos calorias do que devia; durante todo o processo da perda do peso o indivíduo irá sentir fraqueza e pouca energia para aguentar o cotidiano e ela proporciona apenas resultados imediatos.

Dieta para ganhar massa muscular

Dieta para ganhar massa muscular

Ganhar músculos é um dos objetivos mais buscados tanto por homens quanto por mulheres, de modo que com o acompanhamento de um médico nutricionista, é possível investir não só em uma dieta, mas em uma reeducação alimentar que irá ter como resultado o ganho de massa muscular, melhor funcionamento do organismo em vários sentidos, e um estilo de vida mais saudável.

A proteína é o ingrediente mais presente em dietas que prezam pelo ganho de massa muscular, de modo que esse item é encontrado em vários alimentos, porém, deve ser consumido com moderação. O ideal é combinar a proteína com vários outros grupos alimentares que, combinados entre si, irão resultar em uma formação e crescimento muscular contínuo.

Alguns alimentos serão essenciais para que uma dieta para ganhar massa muscular seja constituída. Em primeiro lugar, o ovo. Um alimento simples, econômico e acessível para qualquer pessoa. A gema, além de colaborar com a quantidade de proteína necessária para o bom funcionamento do organismo, conta com a vitamina B12, responsável pela diminuição da gordura e aumento da massa muscular. O ideal é consumir o ovo cozido, e uma ou duas vezes por semana – já que é um alimento calórico.

O iogurte também é um ótimo amigo de quem está iniciando a dieta, já que sacia a fome, pode ser consumido em diversos sabores, e quando consumido sem adição de açúcar ou adoçante em sua versão desnatada, pode ser adicionado à dieta com a quantidade de até 2 potes diariamente.

O salmão é essencial para que a dieta focada no ganho de massa muscular funcione. Isso porque o salmão contém o famoso Ômega 3, que auxilia na recuperação da massa muscular já existente, e auxilia também na assimilação dos novos músculos. O ideal é consumir salmão 3 vezes por semana.

Carne vermelha magra, amêndoas, café, pão integral, queijos brancos, frutas, verduras e legumes, são alguns dos outros alimentos que irão contribuir consideravelmente para o aumento da massa muscular. Pra fechar, a água é o ingrediente que irá potencializar a ação de tudo o que está sendo ingerido, melhorando o funcionamento do metabolismo, hidratando o corpo todo e dando mais sustentação para que os exercícios possam ser feitos com mais energia.

7 simples passos para você perder barriga rápido

Existe uma pergunta comum a todas as pessoas: como perder a barriga rapidamente? Não existe uma fórmula mágica. Qualquer coisa que fizer será fruto do seu esforço, seja evitando alimentos gordurosos e que aumentam os gases, seja investindo em um programa de atividade física de qualidade. Porém, para dar uma força e, ainda, inspirar quem está cansado daquela gordura abdominal em excesso ai vai sete dicas valiosas:

1) Cuide do seu intestino: esse órgão tem um papel importantíssimo na sua saúde. Quando a digestão funciona direito, os nutrientes dos alimentos são absorvidos adequadamente, fortalece o sistema imunológico e a perda de gordura é automática.

2) Beba água no dia inteiro: o ideal é beber cerca de dois litros de água por dia. Lembre-se de distribuir o consumo de água ao longo do dia.

3) Elimine os gases: estresse, a intolerância ou alergia a alguns alimentos, uma alimentação errada faz com que o sistema digestivo inche e comecem a dilatar e acumular gorduras na região abdominal.

4) Coma alimentos integrais: opte por massas, bolachas, cereais e pães integrais. A farinha branca tem menos nutrientes e fibras. Os alimentos integrais oferecem mais saciedade.

5) Diminua o sal: o sódio provoca inchaço das células e proporciona retenção de água para diluir esse excesso. Para temperar, abuse das especiarias e do suco de limão.

6) Durma bem: descansar é uma fase fundamental para a manutenção de uma vida saudável. Durma entre seis e oito horas por noite. A falta de sono engorda e aumenta o apetite.

7) Invista em exercícios de muita intensidade, que aumentem seu gasto calórico no seu tempo de repouso e tragam perdas de medidas rápidas, palpáveis, além de te incentivarem a ir sempre além, e que tenham resultados comprovados de que vai esculpir seu corpo e te ajudar na eliminação daquela gordura abdominal indesejada. O sistema “Queima de 48 horas” é um programa com o qual você queima gordura apenas com poucos minutos de exercícios por dia. É indicado para todos os tipos de pessoas, tanto homens quanto mulheres, e oferece ganhos visíveis em um curto espaço de tempo. Conheça o sistema “Queima de 48 horas” e comprove sua eficácia.